Reserve um dia para conhecer o centro de Fortaleza e seus atrativos culturais. Não deixe de fora uma visita ao Theatro José de Alencar, datado de 1910, exemplar raro da arquitetura de ferro do Brasil. O local vale a vista pela peculiaridade da construção, pela beleza de seus jardins projetados pelo paisagista Roberto Burle Marx e também por sua programação cultural. A agenda de shows, espetáculos e workshops é intensa. Para visitação, a entrada é gratuita a partir das 8h durante a semana e a partir das 13h aos sábados e domingos. Para assistir aos shows, é necessário retirar ingressos na bilheteria à tarde.

 

O Museu do Ceará é referência pelo acervo histórico dos povos indígenas que habitavam a região e de seus colonizadores. A visita vale para conhecer os passos da colonização de um ponto de vista pouco relatado: o dos índios. Uma curiosidade do museu é a peça do bode Ioiô empalhado. O animal, que virou mascote dos frequentadores do centro de Fortaleza na década de 1910, foi eleito vereador como forma de protesto dos eleitores na época. Conta-se que o bode morreu de cirrose, de tanto tomar cachaça. A entrada é franca.

 

O Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura é um polo que concentra exposições, exibições de cinema, espetáculos de teatro, dança e música, planetário, feira de artesanato, entre outras atrações. O movimento é maior de sexta a domingo, a partir das 17h até às 22h, momento em que estão concentradas a maior parte das atividades e quando também ocorre a feirinha de artesanato. Além disso, a vida cultural no seu entorno é bastante noturna. Há concentração de bares, restaurantes e boates na região.

 

 

Pela Avenida Beira Mar, cartão postal que liga as praias mais centrais da cidade (Iracema, Meireles e Mucuripe), a capital cearense se abre dia e noite para ser conhecida de diversas formas.

 

O calçadão da Avenida Beira Mar, em Fortaleza, tem apenas três quilômetros, mas a cada praia os atrativos mudam. Vale reservar pelo menos um fim de tarde e início de noite para uma caminhada tranquila com vários pontos de parada.

 

A principal região hoteleira da capital cearense é a da Avenida Beira Mar (5 km do centro e 10 km da Arena), que concentra os principais atrativos turísticos da cidade e é bem servida de infraestrutura de comércio, restaurantes, bares e serviços.

 

O relevo plano de Fortaleza é bem aproveitado por quem curte correr, andar de bike, skate, patins, ou mesmo praticar modalidades como basquete, vôlei e futebol nas diversas quadras às margens da Avenida Beira Mar.

 

Prepare os bolsos e o cartão de crédito: a grife Ceart significa artigos caprichados em couro, cerâmica, madeira, rendas de fino trato como a labirinto, a renascença e a filé.

 

  

Em torno do Centro Cultural Dragão do Mar (praia de Iracema), concentram-se bares em casas coloniais com mesas ao ar livre, alguns com música ao vivo.

 

Segundo a prefeitura, o Mercado Central é o segundo ponto turístico mais visitado da capital cearense. Sua história começou cerca de 200 anos atrás, quando o centro de comércio tinha o nome de “cozinha do povo”.

  

A referência para saborear os pratos regionais em Fortaleza é o Mercado de São Sebastião, no centro. Os boxes ficam abertos desde as 6h para servir panelada (preparada com as vísceras do boi), buchada de bode (foto), língua de boi, carneiro, mão de vaca, entre outros.

 

Na orla da Beira Mar, há o passeio de escuna, que sai duas vezes ao dia da praia de Mucuripe: às 10h e às 16h. A opção é interessante para quem viaja com crianças grandes e adolescentes e oferece paradas para banho.

 

Enseada tranquila que serve de ponto de partida dos passeios de barco, Mucuripe tem das paisagens mais bonitas, com jangadas e embarcações ancoradas nas proximidades do Iate Clube e do Cais do Porto.

 

Uma curiosidade do Museu do Ceará é a peça do bode Ioiô empalhado. O animal, que virou mascote dos frequentadores do centro de Fortaleza na década de 1910, foi eleito vereador como forma de protesto dos eleitores.

 


Primeiro museu do Estado, aberto ao público em 1933, o Museu do Ceará possui acervo dividido em módulos de peças históricas e antropológicas.

 

Nos dias de sol e finais de semana, quando lota de moradores e turistas, a praia do Futuro exibe um dos cenários mais belos de Fortaleza. É a orla mais indicada para banho de mar, famosa pela movimentação das grandes barracas pé-na-areia.

 

A barraca Crocobeach, a mais movimentada da Praia do Futuro, conta até com lan house e agência de viagens. Serve bufê no almoço e lota com shows à noite: às quintas-feiras, as caranguejadas ganham a companhia dos shows de humor.

  

O calçadão da Avenida Beira Mar, em Fortaleza, tem apenas três quilômetros, mas a cada praia os atrativos mudam. Vale reservar pelo menos um fim de tarde e início de noite para uma caminhada tranquila com vários pontos de parada. 

 

 

Fortaleza tem cerca de 30 km de praias, sendo que as principais são Iracema, Meireles, Mucuripe e praia do Futuro. 

 

A praia de Mucuripe é uma das paisagens mais bonitas de Fortaleza, com jangadas e embarcações ancoradas nas proximidades do Iate Clube e do Cais do Porto. 

 

A praia de Iracema, a mais urbana próxima da região central de Fortaleza, é bem servida de bares e casas noturnas. Quem se instala aqui ganha a proximidade do Centro Cultural Dragão do Mar, por exemplo, e do seu agradável entorno de restaurantes com mesas ao ar livre. 

 

Nas proximidades da ponte Metálica, na praia de Iracema, o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, inaugurado em 1998, promove atividades diversificadas de cinema, exposições de artes visuais, palestras, apresentações de teatro, shows de música e biblioteca pública.

 

Mercado Central e Catedral de Fortaleza iluminados à noite, no centro da capital cearense.

 

No miolo da cidade, entre Iracema e Mucuripe, a praia do Meireles é famosa por abrigar a Feira de Artesanato, diária, com centenas de barracas.

 

O complexo turístico Y-Park fica em Maranguape, a 30 km de Fortaleza. Foi construído na sede de uma fazenda do século 19, a Fazenda Ypióca.

 

Nas segundas-feiras, a festa mais famosa da cidade é no Pirata Bar, na praia de Iracema. Tem cinco ambientes para dançar ao som de bandas locais de forró e de outros ritmos e ainda serve caldinho grátis na madrugada.

 

A associação das tapioqueiras padronizou a estrutura das 26 lojas, com paredes de tijolo e mesas e cadeiras de plástico, mas a decoração varia e a liberdade é total para o recheio do principal quitute, a tapioca.

 

No Centro das Tapioqueiras, a carne-de-sol e o queijo fazem sucesso como ingredientes salgados, ao lado de misturas com ovo, bacon e cremes de frutos do mar. As doces podem ser tradicionais, com coco e leite condensado, ou incrementadas com morango, chocolate, goiabada, ovomaltine etc.

 

Cartão-postal da cidade, o Theatro José de Alencaro é um raro exemplar da arquitetura de ferro do Brasil de antanho. Construído a partir de 1908, está protegido por uma fachada de alvenaria, onde se localizam o saguão, a bilheteria e o café.

 

Uma das novidades de 2013 do Beach Park, no Ceará, a 28 km da capital, são as cabanas privativas que ficam nas ilhas do “Maremoto”, a maior piscina de ondas da América Latina.

 

Várias são as opções de toboáguas no Beach Park, no Ceará, a 28 km da capital.

 

Arena Castelão, em Fortaleza, vai abrigar os jogos da Copa do Mundo em 2014.

 

Com custo final de R$ 519 milhões, a Arena Castelão foi a primeira ser oficialmente entregue entre as 12 que vão sediar os jogos da Copa do Mundo.

 

Estátua “Iracema Guardiã” na Avenida Beira Mar, em Fortaleza.

 

Nova atração do Beach Park, o “Arrepius” ocupa uma área de 7.000 metros quadrados e tem descidas com ângulo de 80 graus.

 

Família atravessa de boia um dos cinco toboáguas do “Arrepius”, nova atração do Beach Park, ao lado de Fortaleza.

 

Do topo do “Arrepius”, a nova atração do Beach Park, é possível ver a bela orla da cidade de Aquiraz, que fica ao lado de Fortaleza.

 

O Beach Park está localizado a 20 minutos de Fortaleza, na praia do Porto das Dunas. O local recebe anualmente cerca de 1,3 milhão de visitantes e tem como uma de suas principais atrações o toboágua gigante “Insano”, com 41 metros de altura.

 

Menina encara um dos toboáguas mais altos do “Arrepius”, a nova atração do Beach Park.

 

Crianças se divertem em área infantil do Beach Park, que fica ao lado de Fortaleza.

 

O Beach Park oferece desde toboáguas radicais até calmas piscinas para seus visitantes.

 

Localizado a pouco mais de 20 minutos de Fortaleza, na praia do Porto das Dunas, o Beach Park recebe anualmente cerca de 1,3 milhão de visitantes.

 

Público se diverte em piscina com ondas no complexo turístico Beach Park, que fica perto de Fortaleza.

 

Toboáguas gigantes marcam a paisagem do Beach Park, uma das principais atrações turísticas da região de Fortaleza.

 

Parte do complexo turístico do Beach Park, o hotel Acqua tem uma piscina ao lado da praia de Porto das Dunas.

 

 

Fonte: Viagem Uol


Obs: As informações acima são de responsabilidade do organizador e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.