Instituto Pinheiro
São Paulo
  • Rio de Janeiro
  • Fortaleza
  • São Paulo
  • Selecione:
  • Ar Livre
  • Cinema Alternativo
  • Cinema em Cartaz
  • Cursos/Oficinas
  • Dança
  • Dicas
  • Diversos
  • Esporte/Atividade Física
  • Exposição e Feiras
  • Festa
  • Festival
  • Gastronomia
  • Gratis
  • Humor
  • Infantil
  • Notícias
  • Palestras
  • Passeios
  • Preço Popular
  • Sarau/Literatura
  • Shows/Música
  • Teatro/Musical
  • Selecione:
  • Ar Livre
  • Baladas
  • Bibliotecas
  • Casas de Shows
  • Centro de Convenções
  • Centros Culturais
  • CEUs
  • Cinemas
  • Clubes
  • Educação Cultural
  • Escolas de Samba
  • Estádios
  • Galerias
  • Locais de Dança
  • Monumentos
  • Museus
  • Musica
  • Parque de Diversão
  • Parques
  • Passeios
  • Ponto de Leitura
  • Praças
  • Sarau
  • Teatro
  • Unidades do Sesc

12

jul 2017

a

10

set 2017

Henri Matisse – Jazz

Postado por Redação Instituto Pinheiro em 08/05/2017 - 12:31:29

jazzp

 

A Caixa Cultural Fortaleza inaugura dia 12 de julho a exposição Henri Matisse – Jazz, com obras do pintor, desenhista e escultor francês Henri Matisse (1869-1954). A mostra reúne 20 pranchas impressas com a técnica au pochoir, feitas especialmente para o álbum Jazz, publicado em Paris em 1947.

 

Foram impressos 250 álbuns, e destes, dois estão no Brasil – as obras ora apresentadas pertencem ao exemplar 196, que integra o acervo dos Museus Castro Maya. A curadoria da exposição é de Anna Paola Baptista, curadora do Museu da Chácara do Céu.

 

“O mais belo livro de arte do século XX”. Com estas palavras o crítico de arte Paulo Herkenhoff sintetiza o belíssimo conjunto de desenhos feitos com tesoura, técnica desenvolvida por Matisse no início da década de 1940. Obrigado a passar longos períodos na cama e na cadeira de rodas, recuperando-se de uma delicada cirurgia, o pintor primeiro dedicou-se ao desenho e a ilustração, depois foi mais longe, combinando desenho e pintura em colagens feitas com papeis recortados e coloridos com guache.

 

O artista já havia utilizado os papiers collés para o estudo da obra La danse (1909), mas foi a cumplicidade do editor e crítico Tériade que o incentivou a realizar um álbum só com papéis recortados, trabalho que mais tarde foi considerado como uma de suas obras mais importantes.

 

Durante os primeiros dois anos de trabalho Matisse experimentou cores e formas, utilizando folhas de papel que coloria com vivas e brilhantes cores de guache. Recortava até atingir o resultado que pretendia. O processo de edição do álbum, iniciado em 1942, durou cinco anos. O título foi definido em 1944 e a ideia de incluir texto, em 1946. As imagens variam da abstração a figuras de grande vivacidade, mescladas a um texto manuscrito impresso em fac-símile no qual Matisse tece observações sobre assuntos diversos. O próprio autor esclarece que a composição aborda assuntos ligados ao circo, contos populares e viagens, com ritmo identificável aos sons de uma orquestra de jazz.

 

Horários:
Terça a Sábado das 10:00 às 20:00

Domingo das 12:00 às 19:00

Data: 12/07/2017 até 10/09/2017
Horário: 10:00 às 20:00
Quando: Terça a Domingo
Valor: Grátis
Site/E-mail: www.caixacultural.com.br
Fonte: Assessoria de Imprensa Caixa Cultural Fortaleza
Local: Caixa Cultural Fortaleza
Endereço: Avenida Pessoa Anta, 287 - Praia de Iracema
Telefone: (85) 3453-2750

Obs: As informações acima são de total responsabilidade da Fonte declarada. Não foram produzidas pelo Instituto Pinheiro, e estão publicadas apenas para o conhecimento do público. Não nos responsabilizamos pelo mau uso das informações aqui contidas.